CUIABÁ

ESPORTES

Flu chega a 50 jogos na temporada e 2022 já é o ano com mais vitórias desde 2012

Publicado em

ESPORTES

Com números impressionantes, o Fluminense chegou a 50 jogos na temporada na última segunda-feira (01/08). Ao longo de 2022, o Tricolor venceu 32 partidas, mais do que em qualquer outro ano desde 2012, mesmo com praticamente metade do Campeonato Brasileiro e a reta final da Copa do Brasil ainda por disputar.

Com os 32 triunfos, o Fluminense ultrapassou suas campanhas de 2020 e 2021, quando somou 30 vitórias em cada um dos anos e conseguiu a classificação para a Libertadores. Dos 50 jogos, foram ainda nove empates e nove derrotas, contabilizando um aproveitamento de 70%, com 85 gols marcados. A equipe tem ao menos mais 18 jogos pela frente em 2022.

Até o momento, de acordo com levantamento do SofaScore, o Fluminense tem seu melhor aproveitamento em uma temporada desde 1977 (70%), maior percentual de vitórias desde 1977 (64%), mais gols marcados por jogo desde 2014 (1.70) e menos gols sofridos por jogo desde 1995 (0.77).

Coroando a boa temporada, o Fluminense sagrou-se campeão carioca em final contra o Flamengo e conquistou a Taça Guanabara. Além disso, ocupa o terceiro lugar na tabela de classificação do Brasileirão e está a um empate de avançar para as semifinais da Copa do Brasil.

Leia Também:  SP tem menor média móvel de óbitos por covid-19, desde pico da Ômicron

O time do técnico Fernando Diniz vem embalado por uma sequência de 12 jogos de invencibilidade, a maior atualmente entre todos os times da Série A do Brasileiro. No início do ano, ainda sob o comando de Abel Braga, o Tricolor venceu 12 jogos seguidas e alcançou a segunda maior série de vitórias consecutivas de sua história.

Com 35 pontos, o Time de Guerreiros volta a campo neste domingo (07/08), às 16h, quando recebe o Cuiabá no Maracanã em jogo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Confira o número de vitórias por temporada desde 2012

2022- 32 vitórias (em 50 jogos)
2021- 30 vitórias (em 69 jogos)
2020- 30 vitórias (em 62 jogos)
2019- 27 vitórias (em 69 jogos)
2018- 27 vitórias (em 66 jogos)
2017- 29 vitórias (em 75 jogos)
2016- 27 vitórias (em 66 jogos)
2015- 28 vitórias (em 61 jogos)
2014- 30 vitórias (em 62 jogos)
2013- 27 vitórias (em 68 jogos)
2012- 41 vitórias (em 69 jogos)

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Santos vence Coritiba no Couto Pereira nos acréscimos

Publicados

em

Coritiba perdeu para o Santos por 2 a 1, na noite desta segunda-feira (08.08), no estádio Couto Pereira, em jogo válido pela 21º rodada do Campeonato Brasileiro.

Os três gols da partida saíram no segundo tempo: Madson abriu o placar para o Peixe, e Léo Gamalho empatou para o Coxa.

No último lance da partida, Angulo, que havia acabado de entrar, recolocou o Santos na frente. Depois de um primeiro tempo sonolento, marcado por pouquíssimas finalizações, mas muitas faltas e passes errados, os times cresceram na etapa final e fizeram um duelo muito mais movimentado.

O técnico Lisca ainda não contou com o lateral-direito Nathan e o meia Luan, reforços contratados pelo Peixe nesta janela.

Chegada de Luan pode acirrar concorrência na meia do Santos;  Com o resultado, o Santos retoma a nona colocação na tabela e chega aos 30 pontos. Já o Coxa, permanece em 15º, ainda com 22 pontos.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Santos enfrenta o América-MG, no estádio Independência, neste domingo (14), às 18h. No mesmo dia, mas às 11h, o Coritiba recebe o Atlético-MG e atua novamente no Couto Pereira.

Leia Também:  Luan em treino coletivo e Menino feliz com a oportunidade

Ficha Técnica

CORITIBA 1 x 2 SANTOS

Competição: Campeonato Brasileiro, 21ª rodada

Data e hora: 8 de agosto de 2022 (segunda-feira), às 20h

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (FIFA/MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Cartões amarelos: Hernán Pérez e Willian Farias (COR); Maicon, João Paulo e Lucas Braga (SAN)

Gols: Madson (SAN), aos 1’/2ºT (0-1), Léo Gamalho (COR), aos 11’/2ºT (1-1) e Angulo (SAN), aos 47’/2ºT

CORITIBA: Alex Muralha; Matheus Alexandre (Natanael), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Bruno Gomes e Jesús Trindade (Thonny Anderson); Hernán Pérez (Nathan Mendes), Alef Manga (José Hugo) e Léo Gamalho (Adrián Martínez). Técnico: Gustavo Morínigo

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernánez, Vinicius Zanocelo (Bruno Oliveira) e Carlos Sánchez (Vinicius Balieiro); Lucas Barbosa (Ângelo), Marcos Leonardo (Angulo) e Lucas Braga. Técnico: Lisca.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA