CUIABÁ

MULHER

Mulher engravida de dois pares de gêmeos

Publicado em

MULHER

Ashley Ness já é mãe de uma menina de 8 anos.
Reprodução/Instagram

Ashley Ness já é mãe de uma menina de 8 anos.

Muito se ouve falar de trigêmeos ou quadrigêmeos, mas dois pares de gêmeos não é algo muito comum. Por isso, imagine a surpresa da norte-americana de 35 anos Ashley Ness, ao descobrir estar grávida do namorado, de dois de óvulos diferentes de pares de gêmeos idênticos. Especialmente depois das dificuldades que a mulher enfrentou para engravidar da primeira filha, passando inclusive por alguns abortos. 

“Tive muita dificuldade em conceber minha filha e já tive abortos espontâneos no passado. Então, eu me sinto abençoada com algo tão grande é tão incrível”, disse a mulher ao jornal norte-americano Good Morning America.

Segundo o Good Morning America, tudo começou com um exame de rotina, em que a cabeleireira descobriu estar grávida de duas meninas e dois meninos. Ashley conta que a descoberta confundiu até mesmo a médica, que precisou de alguns minutos para confirmar o que realmente estava acontecendo.

Leia Também:  Maisa veste look já usado por Dua Lipa de mais de R$7 mil

“Quando ela começou a varredura, ela estava olhando para a tela e escreveu: ‘A, B’, então eu parei e olhei para ela e disse: ‘Espere, eu vou ter gêmeos?’ e ela disse, ‘Ah, eu não sei… eu vou sair por um minuto.’”, relembra a cabeleireira. 

Ashley também afirma que se sente muito honrada por estar gerando uma vida tão rara, que acontece apenas em uma a cada 70 milhões de gestações. Sobretudo pelos problemas de infertilidade que sofreu no passado e pela recente morte da avó.

“Quando engravidei, foi pouco antes de minha avó falecer também. Então eu sinto como se fosse quase como um presente dela, como devolver as perdas que eu tive. É realmente assim que me sinto”, acrescenta a gestante.

Agora você pode acompanhar todos os conteúdos do iG Delas pelo nosso canal no Telegram.  Clique no link para entrar no grupo. Siga também  o perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MULHER

O que leva uma pessoa a engordar de repente?

Publicados

em

Afinal, como emagrecer de vez? É possível vencer a obesidade?
Divulgação

Afinal, como emagrecer de vez? É possível vencer a obesidade?

Entre as causas que levam uma pessoa a engordar de repente, deve-se considerar em primeiro lugar as alterações hormonais; seja por ter desenvolvido um hipotireoidismo, ou alguma doença com excesso de cortisol, sedentarismo que faz perder musculo e o metabolismo desacelerado, ou ainda quando a pessoa está passando por um período de extrema ansiedade e começa a comer descontroladamente, muitas vezes sem perceber.

Entre no canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

Para começar a avaliação do paciente para a perda de peso, precisamos observar os três pilares básicos que são: equilíbrio hormonal, dieta equilibrada e mudança da mente. “Antes de qualquer tratamento para perda de peso, precisamos avaliar as causas, o que está envolvido com o ganho de peso, incluindo as doenças relacionadas com a obesidade e como elas devem ser tratadas. Além de uma série de outros exames que são necessários para o diagnóstico exato e o tratamento adequado para cada caso”, explica Gabriela Iervolino, médica endocrinologista, membro da Sociedade Brasileira De Endocrinologia E Metabologia (SBEM).

Outra causa muito importante e que devemos ficar atentos é o uso de medicações que faz com que a pessoa ganhe peso, como  por exemplo, escitalopram, lítio, quetiapina, paroxetina, mirtazapina entre outras. São medicações normalmente utilizadas por neurologistas ou psiquiatras. “Mas é preciso ter muito cuidado porque tais medicações, uma vez indicadas por estes especialistas, são de fato necessárias, mas podem fazer com que a pessoa tenha mais fome, resultando em ganho de peso. Neste caso, a sugestão é que se converse com o psiquiatra/ neurologista e veja uma outra alternativa, caso a pessoa esteja ganhando muito peso.”

obesidade
Divulgação

Conheça os 3 pilares básicos do emagrecimento

Depois que avaliamos a parte hormonal, se há uso ou não de medicações que vai impactar com o ganho de peso, vamos avaliar a parte da alimentação, o tipo de dieta equilibrada com uma quantidade de nutrientes e proteínas adequadas para perder peso. “É preciso lembrar que a obesidade não significa que a pessoa seja bem nutrida, a maioria dos obesos são desnutridos, pois eles possuem excesso de peso, mas não tem quantidade de nutrientes, ou seja, vitaminas e proteínas, na medida adequada”, esclarece Iervolino.

Leia Também:  Remova a maquiagem sem danificar a pele

É preciso ter um apoio, um suporte, isso também é muito importante. Para se vencer o peso de vez, é preciso saber onde se está errando para mudar os seus hábitos, como praticar exercícios físicos com frequência semanal. E a parte principal é a mudança de mente; o paciente precisa enxergar a alimentação de outra forma e voltar a ter o controle sobre a escolha da sua alimentação.

Hoje muitas pessoas, que passaram por tantas dietas e alimentação profissionais, já não acreditam mais que seja possível emagrecer efetivamente, e quando procuram um profissional é apenas por desencargo de consciência. “Em consulta, converso com os meus pacientes sobre isso, porque não é só o peso, mas a mudança de atitude que conta muito, escolhendo alimentos mais saudáveis, com uma programação ideal na alimentação, hábitos saudáveis, prática de exercícios físicos. Para tudo isso, a mudança de mente é extremamente importante.”

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA