CUIABÁ

MULHER

Horóscopo do dia: previsões para 25 de fevereiro de 2022

Publicado em

MULHER


source
O horóscopo do dia apresenta a previsão para o seu signo e ascendente
Marcelo Dalla

O horóscopo do dia apresenta a previsão para o seu signo e ascendente

ÁRIES 

O período de reflexões, finalizações e autoanálise continua com a Lua minguante, que após o almoço ingressa em Capricórnio. Fique atento, muitas situações surgem para mostrar que pode e deve melhorar em sua vida. Há necessidade de jogo de cintura para deixar tudo fluir sem ansiedade, principalmente pela manhã. Vale cultivar criatividade, inventividade, investir nos cuidados com o corpo e a saúde. Procure também investir em sua autoestima e autonomia. A partir do dia 2/03 poderá virar a página para novos assuntos.

TOURO 

O período da tarde promete ser mais produtivo, pela manhã a Lua segue fora de curso, indicando indefinições. O clima é de instabilidade, o que foi programado pode sofrer alterações. Procure mimar-se, agradar a si mesmo, mas com maturidade e responsabilidade. Após o almoço a Lua ingressa em Capricórnio, enquanto o Sol segue em Peixes: você pode aproveitar o período para sonhar, dar asas à imaginação, ou investir numa atividade ligada às artes. Aproveite para alimentar a alma com tudo o que possa trazer inspiração. 

GÊMEOS 

Atenção para a ansiedade e a inquietação, é tempo de desacelerar. Ouça muita música, medite, revise atitudes e erros cometidos com os outros. A Lua minguante ingressa em Capricórnio, indicando um período ideal para análises e finalizações. Aproveite para cultivar maturidade, contenção e melhor aproveitamento dos recursos que possui. Você pode ganhar uma perspectiva mais objetiva do mundo e da vida. Aproveite também para estabelecer uma hierarquia às prioridades, às capacidades e ao tempo disponível.

CÂNCER 

Pela manhã é melhor evitar grandes decisões ou investimentos. A Lua minguante ingressa em Capricórnio após o almoço: aí sim, em tempos de fechamento e conclusões, aproveite para tomar as medidas necessárias e fazer o tempo render mais. Razão, inspiração e emoção se harmonizam. Conte com clareza para decisões, aproveite para fazer bons contatos e encaminhar as tarefas. Fique atento para as novas ideias, para assimilar novos conceitos. Bom período também para as artes, as atividades criativas e prazerosas.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 01 de março de 2022

LEÃO 

A intuição está ativada, procure conectar-se com ela para enxergar melhor seus propósitos e dissipar conflitos internos. O Sol segue em Peixes e a Lua minguante ingressa em Capricórnio: conte com disposição e confiança para conclusão de pendências, o período da tarde promete render mais. Fique atento aos sonhos, aos encontros e acontecimentos, ao “acaso”, que na verdade são sincronicidades a lhe indicar o caminho. Você pode alinhar projetos, esclarecer erros e aspectos que deseja mudar em sua vida.

VIRGEM 

A Lua minguante ingressa em Capricórnio, indicando uma etapa conclusiva nos assuntos profissionais. Uma postura mais analítica, objetiva e competente é recomendada. Finalize o que for possível pra que possa virar a página no dia 2/03, com a Lua nova. Mas evite ficar atolado de pendências ou compromissos, é bom reservar tempo para interiorização e limpeza geral. Agilidade não tem nada a ver com pressa, nada é tão urgente quanto parece. Ao desacelerar você pode ganhar mais consciência.

LIBRA 

É mais fácil interagir com as pessoas, boas soluções podem surgir. A Lua segue minguante, enquanto Vênus segue com bons aspectos. Aproveite para estabelecer estratégias e concluir o que for possível. Mas cuidado para não acelerar demais. O período agora é de esclarecimento, análises e fechamento. Momentos de recolhimento também são bem-vindos. Fique atento à intuição, você pode perceber coisas que não via antes. Conte com mais romantismo e inspiração também, os relacionamentos continuam favorecidos.

Leia Também

Leia Também

Leia Também

ESCORPIÃO

É tempo de conclusões, fechamento e mais recolhimento, bom para deixar a vida fluir com mais receptividade. A Lua segue minguante e o Sol segue em Peixes: procure para dar asas à imaginação e alimentar sua alma com coisas belas. Cuidado com a pressa e a impulsividade. Evite forçar situações, o que não vingou nessa lunação poderá ser tentado de novo após a próxima Lua nova, que chegará no dia 2/03. Música tranquila, meditação, boas leituras ou um banho de arte e cultura são sempre bem-vindos. 

Leia Também:  Sorteio mensal de fevereiro do Nota MT beneficia 149 entidades sociais

SAGITÁRIO 

Período ideal para finalizar assuntos. Com a Lua em Capricórnio, tudo o que for combinado pode e deve ser cumprido. Mas é bom lembrar que a Lua segue na fase minguante, vale diminuir as expectativas. É importante respeitar limites. Comedimento, maturidade e economia devem prevalecer. Conclua o que puder e procure controlar o impulso de falar demais sobre novos projetos, até mesmo para evitar a inveja das pessoas. Passeios em lugares amplos ou junto à natureza são restauradores e equilibradores.

CAPRICÓRNIO

Período produtivo, conte com mais intuição também. É tempo de dar fechamento ao que foi iniciado com a Lua nova. A Lua minguante ingressa em seu signo, você pode finalizar assuntos de forma mais sensível e inspirada. Procure alimentar-se com temas elevados e artísticos. Mas atenção para evitar o excesso de controle, críticas, cobranças ou exigências. É importante cautela, prudência, gentileza e respeito. Com o Sol em Peixes, invista na empatia, na compaixão e na solidariedade.

AQUÁRIO 

Aproveite o período para movimentar as energias de casa ou do local de trabalho, você pode até mudar algo de lugar. Com a Lua em Capricórnio, o sentimento de responsabilidade e de compromisso prevalece. Utilize a diplomacia para conciliar opiniões contraditórias e concluir acordos. Mas evite a pressa, esteja atento para controlar a impulsividade, a ansiedade e a agressividade. Reserve tempo também para recolher-se, pensar na vida, restaurar forças, rever o quanto avançou nos últimos tempos e estabelecer as próximas metas.

PEIXES 

Vale investir em tudo o que traz inspiração. O Sol continua em seu signo e caminha para se encontrar com Júpiter: mais sensibilidade, imaginação, refinamento e empatia. Aproveite o dia para meditar, vale buscar o contato com a Natureza. Em tempos de Lua minguante, é bom reservar momentos para descanso, reflexão e recolhimento. Não é uma boa hora para iniciar projetos ou acumular muitos compromissos. Bom período também para estudos místicos, atividades de cunho espiritual e/ou artístico.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MULHER

Banalização da TPM se torna instrumento do machismo

Publicados

em

A psicanalista Ana Tomazelli argumenta como o machismo repudia tudo que é minimamente feminino.
Pexels/ Yan Krukov

A psicanalista Ana Tomazelli argumenta como o machismo repudia tudo que é minimamente feminino.

O mais recente estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas e Estudos do Feminino, chamado “Ihhhhh, tá de TPM, né?”, revela que 74,8% das mulheres no mercado de trabalho já foram vítimas de machismo por meio da banalização da TPM. Segundo o artigo, a argumentação serve para descredibilizar a competência profissional feminina e transformar as mulheres em seres sem autocontrole emocional.   

De acordo com a psicanalista e idealizadora do IPEFEM, Ana Tomazelli, o mito das mulheres incontroláveis permeia desde a Idade Média e teve o seu ápice no século  XIX, em que, teorias como a “histeria feminina” ganharam força por toda a comunidade cientifica ocidental.

“O mito das mulheres descontroladas, que ganha força a partir da Idade Média, tem seu ápice no fim do século XIX, quando Freud atribui ao útero a causa de alguns sintomas e desenvolve a tese das mulheres histéricas, que ganha força no século XX com peças publicitárias, filmes, novelas e livros. Agora, é só juntar o quebra-cabeça: no ambiente de trabalho, esse mito afeta diretamente a reputação das mulheres e coloca em risco a confiança em seu trabalho, já que, supostamente, elas são dominadas por uma força incontrolável capaz de alterar sua capacidade de discernimento e bom-senso uma vez por mês, com o ciclo menstrual. São vistas como suscetíveis a erros, a reações desproporcionais e acessos de raiva, o que poderia comprometer os resultados, a produtividade e a imagem perante um cliente, por exemplo. É o que eles dizem”, diz a pesquisadora. 

Leia Também:  Dupla cria single que exalta o empoderamento das mulheres latinas

A TPM consegue fazer a mulher perder o autocontrole e o poder de julgamento? 

A ginecologista Bruna Conde explica que não é bem assim. Entre os sintomas da tensão pré-menstrual, TPM, que podem ser tanto físicos, como cólicas no útero, dores nas costas e na cabeça, como psicológicos, a TPM pode intensificar problemas pré-existentes, como ansiedade, estresse e depressão. 

“A TPM provoca uma queda e desordem de hormônios muito brusca que gera alterações psicológicas muitas vezes bem fortes. Ainda mais se a mulher já apresenta casos de estresse, ansiedade ou depressão, no período da TPM pode se intensificar”, esclarece a profissional. 

Banalização da TPM 

Apesar de a tensão pré-menstrual realmente poder causar uma intensificação em sensações, como estresse e cansaço, o artigo demonstra como dentro do ambiente de trabalho, a TPM é usada de forma banalizada e para constranger e descredibilizar as mulheres. 

“Principalmente com as piadas de mau gosto, que insistem em relacionar uma resposta mais assertiva com ‘exagero’ ou ‘destempero’. Ou uma resposta mais emotiva, com ‘extrema sensibilidade’ ou ‘descontrole’. Um exercício muito interessante é imaginar sempre o contrário binário do gênero: um homem sendo firme te causa estranhamento? Um homem te dando ordens te soa fora de contexto? Provavelmente, não”, fala Tomazell.

Leia Também:  Farmivita: 22% das brasileiras buscaram ajuda psicológica após aborto

A psicanalista ainda argumenta como o machismo tenta sempre inferiorizar tudo que é meramente relacionado ao corpo feminino e que muitas vezes o “descontrole” está mais ligado a problemas que a pessoa já possui e que não têm ligação com a competência profissional.

“O que está em jogo, aqui, são os sentimentos, mais do que a menstruação em si. Ela é um símbolo, um veículo, quase um território onde os sentimentos, em teoria, ficam ‘descontrolados’, o que é de um absurdo sem tamanho. Sentimentos todos temos e o destempero ou o descontrole está muito mais relacionado ao histórico de vida da pessoa, às narrativas em que ela se encontra e às respostas emocionais que ela aprendeu quando criança do que qualquer outra coisa. Um período de sensibilidade emocional para pessoas que têm útero deve ser de acolhimento e não crítica. Pois, nada têm a ver com performance profissional”, conclui a psicanalista.

Agora você pode acompanhar todos os conteúdos do iG Delas pelo nosso canal no Telegram. Clique no link para entrar no grupo. Siga também  o perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA